Governo extingue 21 mil cargos, funções e gratificações

O governo publicou decreto presidencial no "Diário Oficial da União" para extinguir 21 mil cargos, funções e gratificações do poder Executivo Federal. De acordo com o governo, 6.587 cargos, que estão vagos, foram extintos de imediato.

O restante, que está ocupado, será extinto até final de julho. A previsão do governo é que a medida gere economia de R$ 195 milhões por ano.

Esse valor representa 0,05% do que o governo estima que vai gastar com servidores em 2019 (R$ 326 bilhões).

Os cargos comissionados são mais conhecidos como Direção e Assessoramento Superior (DAS). Já as funções não estão associados a direção e geralmente rendem remuneração menor. As gratificações técnicas, por sua vez, são similares às funções mas relacionadas com atividades específicas.

As gratificações variam de R$ 62 a R$ 11.200 por mês - na média, porém, o governo paga aproximadamente R$ 570 ao mês por gratificação.