Mercado cresce pelo segundo mês consecutivo

O mercado de seguros parece ter reagido rapidamente aos efeitos negativos provocados pela pandemia do coronavírus. Dados oficiais da Susep indicam que a receita de prêmios apurada em julho, da ordem de R$ 10,6 bilhões, foi 2,5% maior que a registrada no mesmo mês, em 2019. Vale destacar ainda que foi a primeira vez, desde julho do ano passado, que o volume de prêmios ultrapassou a marca mensal de R$ 10 bilhões.

Esse foi o segundo mês consecutivo de crescimento, em comparação a igual período do ano passado. Em junho, comparada ao mesmo do exercício anterior, a receita de prêmios já havia crescido 9,1%, para R$ 9,9 bilhões.

Ainda de acordo com a Susep, no acumulado do ano, o faturamento do setor continua ligeiramente abaixo da soma registrada em 2019.

De janeiro a julho, a receita de prêmios atingiu R$ 64,8 milhões. Esse valor é 0,6% inferior ao apurado nos sete primeiros meses do ano passado.

Em contrapartida, a sinistralidade média do mercado baixou de 48% para 44% entre os dois períodos.

Os sinistros ocorridos até julho deste ano somaram R$ 27,8 bilhões, com redução de 3% em comparação a igual período do exercício anterior.

As despesas comerciais, que englobam as comissões de corretagem, atingiram a marca de R$ 17,3 bilhões de janeiro a julho, 5,6% a mais que no mesmo período, em 2019.