09/11/2018 - CNC     Twitter  Facebook  Google+  LinkedIn

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), apurada pela CNC, mostra que o percentual de famílias com dívidas ou contas em atraso recuou em outubro de 2018, na comparação com o mês anterior, passando de 23,8% para 23,5%.

A inadimplência também registrou queda em relação a outubro de 2017, quando chegou a 26,0% do total. Quanto ao endividamento, o estudo aponta que a proporção das famílias com dívidas se manteve estável em 60,7% no mês de outubro.

Na comparação com o mesmo período de 2017, houve queda de 1,1 ponto percentual. O percentual de famílias que declararam não ter condições de pagar suas contas ou dívidas em atraso e que, portanto, permaneceriam inadimplentes também ficou estável em 9,9%, em outubro, mas apresentou queda em relação aos 10,1% de outubro de 2017.

As taxas de juros em patamares mais baixos também constituem um fator favorável a esse resultado. Mais uma vez o cartão de crédito é apontado como principal tipo de dívida por 77,4% das famílias entrevistadas. Em seguida, vêm os carnês (14,5%) e, em terceiro lugar, o financiamento de carro (10,1%).








23/01/2019 - G1
Mercado de ações perdeu R$ 11,5 bilhões em capital externo
 mais...
23/01/2019 - G1
Após 3 anos de demissões, Brasil cria 529 mil empregos formais em 2018
 mais...
23/01/2019 - CNC
Número de redes de franquias voltou a crescer
 mais...
23/01/2019 - CNC
Jovens dos países em desenvolvimento enfrentam ambiente perverso
 mais...
Página Inicial  .:.   Informações de Publicidade  .:.   Patrocinadores  .:.   Entre em Contato  .:.   Twitter  Facebook  Google+  LinkedIn
© 2004 - 2019 - AMMS - Associação das Mulheres do Mercado de Seguros
Tecnologia EBTI